Análise gráfica: Candlesticks

Munehisa Homma Candlesticks
Munehisa Homma
A forma de representação gráfica dos preços conhecida como candlestick foi criada por um trader chamado Munehisa Homma que atuava no mercado de arroz japonês por volta do século XVIII. Foi trazida ao ocidente por Steve Nison, um trader norte-americano, no início da década de 1980.

O candlestick apresenta duas grandes vantagens em relação aos outros tipos de representação gráfica:

1. Permite uma visualização mais fácil das tendências devido ao seu padrão de cores que identificam fechamentos positivos e negativos;
2. Formam padrões que podem significar possível reversão ou continuação de movimentos.

Abaixo (Imagem 01) temos um exemplo do gráfico de candlestick em que enfatizo alguns padrões de reversão. Veja também como o padrão de cores verde (fechamento positivo) e vermelho (fechamento negativo) tornam a visualização dos movimentos de alta e baixa mais claros.

gráfico de candlesticks
Imagem 01. Clique para ampliar.
Devido a essas vantagens, talvez, o sistema de candles ganhou grande popularidade no ocidente. Não tenho conhecimento de estatísticas oficiais, mas pelo que vejo na Internet me parece que atualmente, no Brasil pelo menos, a maioria dos traders estão utilizando os candles como parte de seu sistema de operações.

Embora os candles, por si só, já formem um sistema, prefiro utilizá-los em conjunto com as ferramentas da Análise Técnica ocidental. Dou especial atenção aos padrões de reversão encontrados em suportes ou resistências e em zonas de sobrecompra ou sobrevenda.

Existem centenas de padrões formados pelos candles e alguns traders iniciantes até se sentem desanimados com a quantidade. A boa notícia é que não é preciso saber todos eles para lucrar na Bolsa. Aprender os principais padrões ajuda muito o trader e o mais importante é compreender os fatores psicológicos por trás de sua formação.

Para aliviar quem se interessa pelo candlestick, em meu livro “Manual de Análise Técnica”, além de demonstrar os principais padrões existentes, apresento oito características específicas que resumem a psicologia por trás da formação dos padrões. Compreendendo essas características, um trader torna-se capaz de fazer uma excelente leitura do mercado ao analisar os candles em conjunto com outros aspectos que fazem parte do movimento dos preços.

Deixo aqui mais um convite aos interessados em investir na Bolsa de Valores para conhecer a minha obra e aprender sobre candlestick, análise técnica clássica, indicadores, setups e estratégias vencedoras!

Artigo escrito por Marcos Abe, investidor e autor do livro "Manual de Análise Técnica: Essência e Estratégias Avançadas", publicado pela Novatec Editora.


padrões candlesticks
Material Candlesticks: Padrões
de reversão.


Nenhum comentário:
Postar um comentário