O que é Análise Fundamentalista?

análise fundamentalista de ações
A análise fundamentalista consiste em analisar o preço da ação em conjunto com a saúde financeira e operacional da empresa para saber se a mesma está sendo subavaliada, superavaliada, se tem potencial para valorizar. A partir desta análise, se toma a decisão de investir ou não na empresa. Ao contrário da análise técnica, a fundamentalista não serve para negócios de curto prazo, pois os fundamentos da empresa refletem na cotação no longo prazo.

Para fazer a análise da empresa, o investidor deve considerar o lado quantitativo (seus números) e o qualitativo (seus controladores, executivos, composição do conselho administrativo, etc). Isso porque é comum o lado qualitativo ser a causa de as ações estarem “baratas”. Portanto é muito importante saber identificar se a empresa está subavaliada por causa de problemas eventuais e passageiros ou por problemas de governança. Também é necessário analisar a macro e microeconomia na qual a empresa está inserida, pois em um momento de crise, por exemplo, até as mais bem administradas podem ter problemas.

Para ajudar o investidor a atribuir um valor justo para a ação, que servirá de base para as decisões de compra e venda, há vários indicadores fundamentalistas, como por exemplo, preço/lucro, o lucro líquido, endividamento, o patrimônio líquido, Dividend Yield, etc. Os dados para calculá-los são encontrados nos demonstrativos financeiros (DCF, DRE, Balanço Patrimonial) das empresas.

CLIQUE AQUI e confira alguns artigos sobre Análise Fundamentalista no blog.
Nenhum comentário:
Postar um comentário