Gráficos: Saiba utilizar as Bandas de Bollinger

Bandas de Bollinger é uma ferramenta muito utilizada na análise técnica, formada por um conjunto de três linhas, de forma muito parecida com os Envelopes. A diferença para os Envelopes é a incrementação do Desvio Padrão no cálculo da distância das bandas. Assim a largura das Bandas de Bollinger está diretamente ligada à volatilidade do papel.

Calculando as três linhas das Bandas de Bollinger


A linha superior e a linha inferior são calculadas a partir de um determinado percentual de distância da Média Móvel Simples (que é a zona de equilíbrio dos preços).

- Bandas Intermediárias: Uma Média Móvel Simples, geralmente de 20 períodos;
- Bandas Superiores: Bandas de Bollinger Intermediárias + (2 x desvio padrão de 20 períodos);
- Bandas Inferiores: Bandas de Bollinger Intermediárias - (2 x desvio padrão de 20 períodos).

O padrão nos softwares de análise gráfica é Média Móvel Simples de 20 Períodos e largura das bandas de 2 vezes o desvio padrão.O número de períodos do Desvio Padrão varia conforme o da Média Móvel utilizada.

Analisando o gráfico com as Bandas de Bollinger


As bandas ajudam na previsão de fortes movimentos e identificação de sobrevenda e sobrecompra de um papel.

- Compra quando o preço toca a linha inferior das bandas e venda quando toca a linha central ou linha superior das bandas;

- Venda quando o preço toca a linha superior e recompra quando toca a linha central ou linha superior das bandas

- Utilização do Setup Fechou Fora – Fechou Dentro;

- Movimentos fora das bandas muitas vezes podem indicar força da atual tendência, por isso é interessante usar outros indicadores em conjunto com as Bandas de Bollinger para melhores conclusões.

- Afunilamento das bandas geralmente indica um movimento mais forte por vir (bandas fecham e se afastam quando se inicia o movimento forte).

Bandas de Bollinger - Análise Técnica
Gráficos com Bandas de Bollinger
Nenhum comentário:
Postar um comentário