Lançamento Coberto de Opções de Compra (Call)

Lançamento Coberto de Opções de Compra (Call)
Para fazer um lançamento coberto de opções, primeiro o investidor deve ter (ou comprar) as ações a que a opção se refere e depois vender as opções, isso é: compra as ações e depois vende o direito, para outro investidor, de comprar essas ações. Com isso o lançamento coberto de opções está montado (as ações-objeto servindo de garantia/cobertura). Agora vamos a um exemplo com números.

Você compra 200 ações ABCD4 cotadas a R$ 10,00 (Total Operação: R$ 2.000,00). Logo depois decide realizar um lançamento coberto (de Opções Call), portanto vende para outro investidor o direito de comprar de você essas 200 ABCD4 a R$ 9,00 cada uma. Você cobra R$ 1,20 (prêmio) pela opção e seu “preço-médio” cai para R$ R$ 8,80 (R$ 10,00 – R$ 1,20). A partir daí, tudo depende do preço de ABCD4 na data do vencimento.

- Cotação ABCD4 > R$ 9,00: Nesse caso quem comprou as opções vai exercê-las, pois pagou R$ 9,00 por uma ação que vale mais que esse valor. E você ficará com um lucro de R$ 0,20 por ação ou 2%. Isso significa que o papel pode cair 10% que mesmo assim a operação será vencedora.

- Cotação ABCD4 < R$ 9,00: Abaixo de R$ 9,00 não vale a pena o comprador da opção exercer seu direito. Dessa forma, o dono da ação ficará com ela e com o dinheiro que recebeu pela opção.

Mesmo assim há vantagem para o investidor lançador, pois conseguiu diminuir o prejuízo. Se o papel for para R$ 8,50, ele perderá apenas 3%. Isso ocorre porque seu preço de compra ajustado será R$ 8,80 (R$ 10,00 - R$ 1,20 do prêmio da opção).

OBS: O “prêmio” pago por quem compra a opção representa o custo de oportunidade do dono da ação (lançador), que fica com suas ações bloqueadas até o vencimento das opções.

Enfim, podemos perceber que o lançamento coberto de opções é mais uma forma de lucrar e/ou também de proteger o capital na bolsa de valores.
Nenhum comentário:
Postar um comentário