Sobe no boato e desce no fato

“Sobe no boato e desce no fato” é uma expressão muito utilizada na bolsa de valores. Mas por quê? Geralmente quando os boatos começam a circular e vão ganhando credibilidade, os investidores começam a comprar a ação impulsionando a cotação da mesma. No momento que o boato vira fato, o preço já está no patamar considerado “justo” pelo mercado e então a ação fica estacionada. Essa “parada” faz com que os investidores comecem a realizar os ganhos e derrubem o preço da ação.

Outras vezes a expectativa é exagerada em relação ao fato. Nos balanços, por exemplo, os analistas esperam tais números e o mercado precifica essa expectativa. Caso saia abaixo do esperado, o mercado tende a corrigir por causa dessa “diferença” nos números.

O mesmo é válido para boatos sobre um fato negativo. Os investidores vendem a ação forçando a cotação para baixo durante vários dias, e no dia que se confirma, já não existem mais vendedores. Desse modo, investidores que estavam vendidos começam a fechar posições levantando o preço da ação.

São situações que ocorrem principalmente em divulgações de balanços, em boatos de aquisições e fusões, fechamento de capital, etc. Portanto fique sempre atento para "não chegar no fim da festa e pagar a conta”.

CLIQUE AQUI e saiba por que você não deve se posicionar em ativos baseado em notícias
Nenhum comentário:
Postar um comentário