Análise gráfica em papeis de baixa liquidez

É muito comum vermos, principalmente em fóruns sobre bolsa de valores, análises de gráficos de ações com baixíssima liquidez. A verdade é que são análises sem credibilidade, pois a liquidez é essencial para a validade da análise técnica, ou melhor, é uma das bases da análise técnica.

É importante entender que qualquer rompimento (de linha de tendência, suporte ou resistência) sem liquidez irá gerar movimento pouco firme (sem sustentação no book), pois é sinal de poucos interessados no papel.

Abaixo um exemplo de gráfico de ação com pouquíssima liquidez. Nele podemos verificar:

- Ocorrência de vários gaps;

- Vários candles com abertura na máxima e fechamento na mínima, ou vice-versa, que nesses ativos quase sempre indicam ocorrência de dois (ou pouco mais) negócios durante o pregão – e ainda por cima feitos com lotes mínimos, sendo que a variação ocorre pelo grande spread no book;

- Falsos rompimentos: papel rompe o que seria uma resistência ou suporte e retorna o movimento no mesmo dia ou nos dias seguintes;

- Candles grandes, indicando fortes oscilações, porém ocorre movimento inverso no dia seguinte – mostra que o movimento foi fruto de um livro de ofertas fraco;

- Zonas de suportes ou resistências formadas por ordem de um único investidor: uma ordem mais pesada em um ativo de baixa liquidez pode ser executada pouco a pouco durante vários dias. No gráfico parece ser uma zona de suporte ou resistência, mas na verdade são barreiras que "não valem nada", pois verdadeiros suportes e resistências são zonas onde VÁRIOS investidores compram ou vendem.


Na maioria dos casos, o que se percebe são pessoas querendo tirar vantagem da baixa liquidez: compram a ação e acessam os fóruns para chamar compradores, argumentando que “rompeu graficamente isso, rompeu graficamente aquilo”. Porém, quando essas outras pessoas começam a comprar, eles desovam e a ação perde a sustentação. Vendo que não há mais compradores, a turma que ficou “trancada” começa a vender a qualquer preço fazendo que o preço vá até abaixo daquele onde iniciou o movimento da ação. 

Por esse motivos, podemos concluir que não é possível basear uma compra na análise gráfica de um papel de baixíssima liquidez.
  • Saiba também porque papeis de baixa liquidez trazem maior risco aos investidores. CLIQUE AQUI
Nenhum comentário:
Postar um comentário