Análise Técnica: Pivot de alta e pivot de baixa

Pivot (ou movimento cabeça) é uma figura que aparece após a ocorrência dos seguintes movimentos, em ordem: impulsão -> correção -> impulsão. Sendo que o último ultrapassa o topo ou fundo feito no primeiro movimento e desse modo confirma o pivot.

Pivot de alta: Quando as cotações estão em movimento de queda e começam a subir. É marcado o fundo (fundo 1). O ativo sobe e forma um topo (topo 1), e volta a cair formando um novo fundo (fundo 2). Esse novo fundo é formado acima do anterior (fundo 1). Se a cotação, a partir do fundo 2, subir e superar o topo anterior (topo 1) teremos um pivot de alta. Ver figura 1.1 no fim do post

Pivot de baixa: Quando as cotações estão em movimento de alta e começam a cair. É marcado o topo (topo 1). O ativo cai e forma um fundo (fundo 1), e volta a subir formando um novo topo (topo 2). Esse novo topo é formado abaixo do anterior (topo 1). Se a cotação, a partir do topo 2, cair e perder o fundo anterior (fundo 1) teremos um pivot de baixa. Ver figura 1.1 no fim do post
  • Os pivots são sinais de grande importância na análise técnica. Podemos dizer que eles validam movimentos (sejam de baixa ou de alta). Portanto aguardar a confirmação do pivot irá fazer com que o trader não confunda movimentos quaisquer (repiques) com movimentos de reversão e consequentemente evite grandes prejuízos.
Importante:

- Os pivots costumam aparecer no início de uma nova tendência, portanto eles servirão também para identificar qual a tendência do papel;

- Segundo o modelo Fibonacci, o movimento de correção visto no pivot, não pode ultrapassar 61,8% do movimento inicial. Caso ocorra correção superior a 61,8%, nada muda e a ação deve voltar para sua trajetória de queda.

- É importante que haja o rompimento do ponto 3 e consequentemente a confirmação do pivot, acima das linhas de tendência (ver figura 1.2);

- Não é necessária a confirmação do pivot na primeira tentativa, desde que o ponto 3 não seja perdido durante as mesmas;

- É importante ressaltar que um pivot pode aparecer também como uma figura de continuidade de tendência, mas nesse caso terá muito menos importância. Veja figura 1.1 para saber diferenciar.

Pivot de alta e pivot de baixa - Análise técnica

Nenhum comentário:
Postar um comentário