O que é rating ou nota de risco?

São diversas as vezes que escutamos falar sobre rating em sites de notícias sobre o mercado financeiro. Rating basicamente é uma nota em forma de letras e sinais aritméticos, revisada periodicamente por agências de classificação de risco, que mostra qual a capacidade de um país ou empresa honrar seus compromissos financeiros / saldar suas dívidas.

As três principais agências que fazem esse serviço são Moody’s, Standard & Poors (S&P) e Fitch Ratings. Para dar a nota, elas consideram a situação financeira da empresa e as condições do mercado no qual ela está inserida. No caso dos países, analisam as conjunturas econômica, social e política.

Em relação às notas, empresas ou países classificados como AAA/Aaa até BBB-/Baa3 são considerados como grau de investimento (menor risco de calote), enquanto os que possuem nota de Ba1/BB+ até C/R e D são considerados como grau especulativo. É importante lembrar que uma mesma empresa/país pode apresentar títulos de dívida com diferentes notas, de acordo com as garantias oferecidas, prazos estabelecidos (curto / longo prazo), etc.

O impacto nas empresas e países


Investidores e instituições financeiras internacionais consultam o rating na hora de decidir onde colocar dinheiro e a que taxa de juro. Portanto, quanto mais seguro um país ou uma empresa for considerado por uma agência, mais empréstimos conseguem a custos baixos.

Os estatutos dos maiores fundos de investimento internacionais, por exemplo, não permitem aplicações em países de risco. Quanto menor a procura de títulos públicos de um país, maiores custos com empréstimos esse país terá.

Revisões de ratings e a bolsa de valores


O rebaixamento da nota de crédito de uma empresa é uma má notícia e portanto tende a refletir de forma negativa nas ações da mesma. Do mesmo modo, uma melhoria tende a refletir de forma positiva. No caso de alterações na nota de crédito do país, todas as ações tendem a sentir o impacto, seja negativo ou positivo. Isso ocorre por causa da entrada ou saída de recursos de investidores que utilizam os ratings como referência em seus investimentos.
Nenhum comentário:
Postar um comentário