Ponto Pivot: encontre suportes e resistências

O “Ponto Pivot” é um método da análise técnica criado entre traders da bolsa de mercadorias e futuros de Chicago para que pudessem calcular suportes e resistências de um ativo para o pregão seguinte. Esse método está baseado na observação de que, em cada período gráfico, o preço de um ativo varia em torno de um valor específico. Esse valor é o próprio Ponto Pivot, e é achado através da seguinte fórmula...

PPatual = (máxima anterior + mínima anterior + fechamento anterior) / 3

Agora que encontramos o valor do Ponto Pivot, podemos calcular possíveis suportes (S) e resistências (R):

R1 = (2 * Ponto Pivot) - mínima anterior
R2 = Ponto Pivot + (R1 - S1)
R3 = Ponto Pivot + (R2 - S2)

S1 = (2 * Ponto Pivot) - máxima anterior
S2 = Ponto Pivot - (R1 - S1)
S3 = Ponto Pivot - (R2 - S2)

obs: perceba que para efetuarmos esses cálculos precisamos somente dos dados do período anterior (máxima, mínima e fechamento).

Concluindo...
- ao final teremos 7 pontos importantes, incluindo o ponto pivot, para que as operações sejam feitas nos rompimentos ou testes dos mesmos. Obviamente, isso deve ser feito associando o método do Ponto Pivot com outras ferramentas da análise gráfica (indicadores, padrões, etc), para torna-lo mais confiável.

- se você utilizar um gráfico diário para fazer estes cálculos, você encontrará suportes e resistências válidos para o pregão seguinte, ou seja, para fazer operações day trade no dia seguinte (necessitando recalcular todos os pontos novamente após este pregão). Se utilizar um gráfico semanal, terá pontos válidos para operar durante todo o próximo período semanal.

Alguns programas de análise gráfica, como o GrapherOC, possuem o Ponto Pivot calculado automaticamente. Veja no exemplo gráfico abaixo:

Ponto Pivot análise técnica
Nenhum comentário:
Postar um comentário