Quer estar { vivendo da bolsa } em apenas 10 anos?

➡️ Baixe agora e-Book 100% Grátis! CLIQUE AQUI

Entenda o que é Joint Venture

Joint Venture
É muito comum aparecerem notícias de empresas da bolsa de valores anunciando Joint Venture (também chamada de Cooperação Econômica). Você sabe o que é isso? Explicando de modo simplificado, é uma “parceria” entre duas ou mais empresas.

Uma Joint Venture pode ser usada para, por exemplo, diminuir a concorrência, diminuir custos de produção, expandir a marca para outros países, melhorar a qualidade dos produtos e serviços, melhorar técnicas, conhecimentos e tecnologias, ampliar mercados sem grandes investimentos e etc. É uma parceria estratégica em que uma empresa complementa a outra, tornando tudo mais fácil e deixando o negócio menos arriscados, já que o risco fica dividido entre elas.

O ramo das empresas envolvidas na Joint Venture não precisa necessariamente ser o mesmo. Vale lembrar também que não é uma fusão, ou seja, as empresas continuam independentes (não perdem suas personalidades jurídicas).

As Joint Ventures podem ser Contratuais ou Societárias


- Nas contratuais não é criada uma nova pessoa jurídica

- Nas societárias cria-se uma nova empresa, que fica submetida ao ordenamento jurídico do país em que se constitui. As empresas participantes continuam existindo e desenvolvendo suas atividades normalmente desde que não concorrentes com a Joint Venture.

Exemplos de Joint Venture:

Samarco: Formada entre as mineradoras Vale S.A (brasileira) e BHP Billiton (australiana).

Autolatina: Formada entre a Ford e Volkswagen entre 1987 e 1996.

Raízen Energia: Joint Venture da Cosan com a Shell.

Gerdau Summit: Gerdau com a Sumitomo Corporation e Japan Steel Works (JSW).

Mineração Usiminas (MUSA): Usiminas com Sumitomo Corporation.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Planilha de Cálculo de I.R Ações e Opções

Ordens START, STOP, STOP Móvel e STOP Simultâneo

O que é a Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC)?

Como calcular o I.R em operações com Ações e Opções

Entenda como funcionam os dividendos