Análise Técnica: Suporte e resistência

Suporte e resistência são a base da Análise Técnica, portanto é essencial que os investidores aprendam a identificá-los. Suporte e resistência são regiões gráficas onde observamos alterações na direção dos preços.

O suporte é um nível de preços onde a pressão compradora supera a vendedora gerando uma interrupção no movimento de baixa ou revertendo-o. Já a resistência é uma região de preços onde a pressão vendedora vence a compradora gerando interrupção do movimento de alta ou uma reversão.

suporte, resistência e rompimento na análise técnica
Veja na ilustração ao lado exemplos de resistência e suporte. Ambos estão representados por linhas horizontais. Observe como são regiões onde ocorrem mudanças de direção no movimento dos preços.

Quando os preços superam uma resistência dizemos que ocorreu um rompimento da mesma. É uma indicação que a força compradora está mais forte que a pressão vendedora - ou seja, há mais gente querendo comprar do que gente querendo vender.

Partindo da ideia de que quando temos mais compradores do que vendedores, ocorre uma valorização, se um ativo romper uma resistência, temos uma possível indicação de que os preços continuarão subindo devido ao fato de que a demanda pelo ativo é maior que a quantidade de ofertas de venda.

A mesma ideia vale para os suportes: Quando os preços rompem um suporte há uma indicação que a força vendedora está mais forte que a pressão compradora - ou seja, há mais gente querendo vender do que gente querendo comprar. Logo se um ativo romper um suporte temos uma possível indicação de que os preços continuarão caindo.

Suporte e resistência e os melhores rompimentos

Muitos traders gostam de iniciar suas posições nos rompimentos de resistências ou suportes. Porém, algumas vezes o ativo acaba não desenvolvendo o movimento e retorna para baixo do ponto rompido, fazendo com que o stop seja acionado.

Uma forma de evitar isso é aguardar o candle fechar e só iniciar a operações se o mesmo apresentar bom afastamento da linha de resistência/suporte e um alto volume. Além disso, evitar operar rompimentos em que o candle que rompe fica com longa sombra superior (nos rompimentos de resistências) ou inferior (nos rompimentos de suportes). Assim sendo...

1) Se o fechamento foi abaixo da resistência, o rompimento obviamente é inválido independente das características do candle e do volume;

2) Rompimento com pouco afastamento, independente do volume, não é bom;

3) Rompimento com volume baixo é ruim, independente do afastamento do candle da linha rompida;

4) Rompimento de resistência em que o candle tem grande sombra superior é ruim, mesmo que tenha bom volume. Assim como o rompimento de um suporte em que o candle tem grande sombra inferior também é ruim;

5) Rompimento com bom afastamento e bom volume, é o ideal para operar.

Confira exemplos de rompimentos perfeitos abaixo. OBS: Adicionei uma média móvel simples de 9 períodos no gráfico de volume para identificar com mais clareza se o volume do rompimento foi alto.

Rompimentos de Suportes e Resistências, Análise Técnica

Importante: não quer dizer que outros rompimentos que não atendam a essas duas características não possam gerar um bom trade, mas sim que eles têm mais chance de dar errado – de não desenvolver o movimento esperado.

Comentários