Conheça o Índice Preço/Vendas (PSR)

Índice Preço/Vendas
O Índice “Price to Sales Ratio (PSR)” ou Índice “Preço/Vendas” é um indicador da análise fundamentalista semelhante ao “Preço/Lucro”, a diferença é que ele basicamente compara o valor de mercado da empresa com sua receita operacional líquida, e não com o lucro líquido como ocorre no P/L. Como veremos adiante, estes indicadores complementam um ao outro.

PSR = VALOR DE MERCADO / RECEITA LÍQUIDA DOS ÚLTIMOS 12 MESES


Como interpretar o Price to Sales Ratio

É importante aplicar o indicador somente em comparações de empresas do mesmo setor. De forma resumida, ele mostrará qual delas consegue gerar mais receita em comparação ao seu valor de mercado. Quanto menor for o indicador, melhor. Um PSR abaixo de 1 é considerado bom.

Utilizar o Price to Sale Ratio isoladamente não é uma boa opção. Digo isso porque não podemos esquecer que todas as empresas possuem receita, mesmo as que sempre dão prejuízo. Então o PSR até poderia estar baixo, mas a empresa na realidade pode ser muito ruim. Por isso veremos abaixo que o interessante é utilizá-lo em conjunto com o índice Preço/Lucro.

Vamos imaginar que uma empresa teve um grande lucro, logo seu P/L estaria baixo – o que aparentemente seria um bom sinal. Mas esse grande lucro poderia estar escondendo, por exemplo, que uma boa parte dele foi gerado por uma venda de ativos da empresa (lucro sem relação com a atividade operacional da mesma e que não deve se repetir futuramente). Nesse caso, um PSR alto chamaria a atenção do investidor para este problema.

Também poderia acontecer de o P/L estar alto devido a algum resultado prejudicado por uma despesa não operacional. Analisando somente o índice Preço/Lucro, a empresa seria considerada ruim e descartada imediatamente. Porém, um bom PSR poderia instigar o investidor a buscar mais informações sobre o que afetou o resultado da empresa antes de tomar a decisão de descarta-la ou não.

Enfim, essa é a importância de utilizar os dois indicadores (P/L e PSR) em conjunto, como forma de “validação da análise”. Com o Price to Sales Ratio, será possível verificar se a receita líquida da empresa, essa sim proveniente apenas de suas atividades operacionais, é “condizente” com o lucro obtido. Logicamente, esses indicadores deixam de lado itens importantes, como o nível de endividamento da empresa. Portanto não são suficientes para saber se uma empresa é boa ou não, mas podem ajudar bastante a nortear a análise.

Comentários