Declaração IR Simplificada ou Completa. Como escolher?

Declaração IR Simplificada ou Completa
A escolha entre fazer a declaração do imposto de renda completa (por deduções legais) ou simplificada, irá modificar a base de cálculo do saldo de imposto a pagar ou a restituir.

Para quem tem poucas despesas dedutíveis, pode ser melhor optar pelo simplificado, que aplica um desconto de 20%, limitado a R$ 16.754,34 (IRPF 2018), sobre a base de cálculo do imposto.

O modelo completo é indicado para quem tem muitas despesas para deduzir, como gastos com previdência privada, plano de saúde, educação, dependentes, pensão alimentícia etc. Melhor dizendo, opte pelo desconto completo se a soma das despesas dedutíveis ultrapassarem o limite de R$ 16.754,34 do desconto simplificado.

Se optar pelo modelo completo, é importante ter como comprovar todas as despesas lançadas. Portanto é recomendável que o contribuinte guarde notas fiscais, comprovantes, etc para mostrar para a Receita Federal, caso ela questione algum valor.

O programa da declaração do IRPF facilita a escolha, pois possui um quadro que vai simulando qual a melhor opção. Portanto a recomendação é que o contribuinte vá inserindo os dados na declaração e durante, ou no final do preenchimento, verifique se é melhor escolher o desconto simplificado ou completo.

Declaração IR Simplificada ou Completa

Caso o contribuinte envie a declaração e posteriormente queira modificar o tipo de tributação, ele poderá fazer isso até o fim do prazo de entrega através de uma declaração retificadora. Após término do prazo, não poderá mais modificar a forma de tributação.

Comentários