Entenda a estratégia Borboleta no mercado de opções

No mercado de opções, a “borboleta” é o nome de uma estratégia composta por três opções, todas com a mesma data de vencimento. A composição da operação nada mais é que a combinação de uma trava de alta e uma trava de baixa ao mesmo tempo. A estratégia borboleta é utilizada quando o trader acredita que o ativo-objeto estará em torno de um preço específico na data de vencimento das opções. O lucro ou prejuízo máximo desta estratégia é limitado. Para entendermos melhor como funciona, vamos acompanhar os exemplos abaixo.

Borboleta Comprada com Call (opções de compra)

[1] Compra 1000 opções Call, com preço de exercício R$ 18,00, a R$ 2,00;
[2] Vende (lança) 2000 opções Call, com preço de exercício R$ 20,00, a R$ 1,00;
[3] Compra 1000 opções Call com preço de exercício R$ 22,00, a R$ 0,20.

Observação:
Preço Exercício [2] – Preço Exercício [1] = Preço Exercício [3] – Preço Exercício [2]


- Observe que temos uma trava de alta, de Compra Call com preço de exercício R$ 18,00 e Venda Call com preço de exercício R$ 20,00. E ao mesmo tempo temos uma trava de baixa, de venda Call com preço de exercício R$ 20,00 e Compra Call com preço de exercício R$ 22,00.

Possibilidades de resultado no dia do vencimento das opções:

Ação abaixo de 18,00 – PREJUÍZO MÁXIMO:
Nenhuma opção é exercida e o prejuízo é o valor pago para montagem da estratégia, ou seja, R$ 200,00 (a soma dos prêmios das opções).

Ação entre 18,00 e 20,00: O resultado depende da diferença entre a venda no mercado à vista e o exercício da opção de strike R$ 18,00. Menos os R$ 200,00 pagos para montagem da estratégia.

Ação em 20,00 – LUCRO MÁXIMO: Lucro de R$ 1.800,00. Relativo a compra por R$ 18,00 do exercício de opções e venda a R$ 20,00 no mercado à vista, menos valor pago (R$ 200,00) para montagem da estratégia.

Ação entre 20,00 e 22,00:
O resultado depende da diferença entre a venda de 2.000 ações a R$ 20,00 (relativa ao exercício de opções), e o preço médio entre a compra de 1.000 ações no mercado à vista mais a compra a R$ 18,00 (relativa ao exercício de opções). Deste resultado ainda é diminuído R$ 200,00 desembolsados na montagem da estratégia.

Ação acima de 22,00 – PREJUÍZO MÁXIMO:
Todas as opções são exercidas, gerando a compra de 2.000 ações a 20,00 e venda de 2.000 ações a 20,00. O prejuízo será de R$ 200,00 relativo aos prêmios embolsados e desembolsados das opções.

Borboleta Comprada com Puts (opções de venda)


[1] Compra 1000 opções Put, com preço de exercício R$ 18,00, a R$ 0,20;
[2] Vende (lança) 2000 opções Put, com preço de exercício R$ 20,00, a R$ 1,00;
[3] Compra 1000 opções Put com preço de exercício R$ 22,00, a R$ 2,00.

Observação:
Preço Exercício [2] – Preço Exercício [1] = Preço Exercício [3] – Preço Exercício [2]


- Observe que temos uma trava de alta e uma trava de baixa com opções Puts.

Possibilidades de resultado no dia do vencimento das opções:


Ação abaixo de 18,00 – PREJUÍZO MÁXIMO: Todas as opções são exercidas, gerando a compra de 2.000 ações a 20,00 e venda de 2.000 ações a 20,00. O prejuízo será de R$ 200,00 relativo aos prêmios embolsados (+2.000,00) e desembolsados (-2.000,00 e -200,00) das opções.

Ação entre 18,00 e 20,00: O resultado depende da diferença entre o preço médio da venda de 1.000 ações a R$ 22,00 (relativa à exercício da opção) mais a venda de 1.000 ações no mercado à vista, e a compra de 2.000 ações a R$ 20,00 (relativa ao exercício de opções). No resultado ainda consideramos os R$ 200,00 desembolsados na montagem da estratégia.

Ação em 20,00 – LUCRO MÁXIMO: Lucro de R$ 1.800,00. Relativo a venda por R$ 22,00 do exercício de opções e compra a R$ 20,00 no mercado à vista, menos valor pago (R$ 200,00) para montagem da estratégia.

Ação entre 20,00 e 22,00:
O resultado depende da diferença entre a venda de 1.000 ações a R$ 22,00 relativa ao exercício de opção e a compra da mesma quantidade no mercado à vista. Menos os R$ 200,00 pagos para montagem da estratégia.

Ação acima de 22,00 – PREJUÍZO MÁXIMO:
Nenhuma opção é exercida e o prejuízo é o valor pago para montagem da estratégia, ou seja, R$ 200,00 (a soma dos prêmios das opções).

borboleta comprada opções

Borboleta Vendida com Call (opções de compra)

[1] Vende 1000 opções Call com preço de exercício R$ 18,00, a R$ 2,00
[2] Compra 2000 opções Call com preço de exercício R$ 20,00, a R$ 1,00
[3] Vende 1000 opções Call com preço de exercício R$ 22,00, a R$ 0,20

Observação:
Preço Exercício [2] – Preço Exercício [1] = Preço Exercício [3] – Preço Exercício [2]


- Observe que temos uma trava de baixa, de venda de opção Call com preço de exercício R$ 18,00 e compra opção Call com preço de exercício R$ 20,00. Ao mesmo tempo temos uma trava de alta, de compra Call com preço de exercício R$ 20,00 e venda Call com preço de exercício R$ 22,00.

Possibilidades de resultado no dia do vencimento das opções:

Ação abaixo de 18,00 – LUCRO MÁXIMO: Nenhuma opção é exercida e o lucro é o valor recebido na montagem da estratégia, ou seja, R$ 200,00 (a soma dos prêmios das opções).

Ação entre 18,00 e 20,00: O resultado depende da diferença entre a venda a R$ 18,00 relativa ao exercício de opções e a compra da ação no mercado à vista. Ainda deve ser somado os R$ 200,00 recebidos na “montagem da borboleta vendida”.

Ação em 20,00 – PREJUÍZO MÁXIMO: Prejuízo de R$ 1.800,00. Relativo a venda de 1000 ações por R$ 18,00 do exercício de opções e compra a R$ 20,00 no mercado à vista. Abate do prejuízo os 200,00 recebidos nas negociações dos prêmios das opções.

Ação entre 20,00 e 22,00: O resultado depende da diferença entre o preço médio da venda de 1.000 ações a R$ 18,00 (relativa ao exercício de opções) mais a venda de 1.000 ações no mercado à vista, e a compra de 2.000 ações a 20,00 (relativa ao exercício de opções). Neste cálculo ainda são adicionados os R$ 200,00 recebidos na montagem da estratégia.

Ação acima de 22,00 – LUCRO MÁXIMO: Todas as opções são exercidas, gerando a compra de 2.000 ações a 20,00 e venda de 2.000 ações a 20,00. O lucro será de R$ 200,00 relativo às negociações dos prêmios das opções.

Borboleta Vendida com Puts (opções de venda)

[1] Vende 1000 opções Put com preço de exercício R$ 18,00, a R$ 2,00
[2] Compra 2000 opções Put com preço de exercício R$ 20,00, a R$ 1,00
[3] Vende 1000 opções Put com preço de exercício R$ 22,00, a R$ 0,20

Observação:
Preço Exercício [2] – Preço Exercício [1] = Preço Exercício [3] – Preço Exercício [2]


- Observe que temos uma trava de baixa e uma trava de alta com opções Puts.

Possibilidades de resultado no dia do vencimento das opções:

Ação abaixo de 18,00 – LUCRO MÁXIMO: Todas as opções são exercidas, gerando a compra de 2.000 ações a 20,00 e venda de 2.000 ações a 20,00. O lucro será de R$ 200,00 relativo às negociações dos prêmios das opções.

Ação entre 18,00 e 20,00: O resultado depende da diferença entre a venda de 2.000 ações a R$ 20,00 (relativa ao exercício de opções) e o preço médio entre a compra de 1.000 ações a R$ 22,00 (relativa ao exercício de opções) e a compra de outras 1000 ações no mercado à vista. Neste cálculo ainda é adicionado o lucro de R$ 200,00 garantido na montagem da estratégia.

Ação em 20,00 – PREJUÍZO MÁXIMO:
Prejuízo de R$ 1.800,00. Relativo à compra de 1000 ações por R$ 20,00 no mercado à vista e a venda a R$ 22,00 (relativa ao exercício de opções). Abate do prejuízo os R$ 200,00 recebidos nas negociações dos prêmios das opções.

Ação entre 20,00 e 22,00: O resultado será a diferença entre a venda no mercado à vista e a compra de 1.000 ações a R$ 22,00 (relativa ao exercício de opções). Ainda deve ser somado os R$ 200,00 recebidos na “montagem da borboleta de baixa”.

Ação acima de 22,00 – LUCRO MÁXIMO:
Nenhuma opção é exercida e o lucro é o valor recebido na montagem da estratégia, ou seja, R$ 200,00 (a soma dos prêmios das opções).

borboleta vendida opções


Leia também:

Comentários