Os tipos de gráficos da análise técnica

Os gráficos são o principal instrumento da análise técnica. Representam o movimento dos preços negociados em um certo período analisado. Eles podem ser encontrados na periodicidade diária, semanal, mensal, trimestral, anual e também em períodos intraday (minutos ou horas). As escalas mais utilizadas são a aritmética (linear) e a logarítmica (semi-log).

gráficos da análise técnica
Escala Aritmética Vs Escala Logarítmica

As diferentes maneiras para representar graficamente

Gráfico de Linha

É o mais simples, apenas os preços de fechamento de cada período são plotados, formando uma linha contínua. Vários analistas seguidores deste tipo de gráfico acreditam que os preços de fechamento são os preços críticos do mercado para determinado dia.

Gráfico de Linha análise técnica

Gráfico de Barras (OHLC -> Open, High, Low, Close)

Possui esse nome porque cada período (dia, semana, mês, etc.) de variação do preço de um ativo corresponde a uma barra. Nessa barra, estão representados os preços de abertura e fechamento além das máximas e mínimas alcançadas pela cotação do ativo. Geralmente, esse gráfico é acompanhado pelo gráfico de volume, que indica a quantidade transacionada do ativo no período desejado.

Gráfico de Barras análise técnica

Gráfico de Candlestick (gráfico de velas)

É um tipo de gráfico simples, parecido com o gráfico de barras, a diferença está no modo de representação dos preços no gráfico. Sua utilização é uma questão de preferência por parte do analista. Cada candle representa um período de determinado ativo e a cor dele está relacionada ao preço de abertura ser superior ou inferior ao preço de fechamento. LEIA MAIS SOBRE CANDLESTICKS

Gráfico de candlestick análise técnica

Gráfico de Ponto & Figura

- Descreve o preço em relação ao movimento de mercado e é considerado um ótimo meio para estudar o comportamento do mercado em diferentes níveis de preço.

- Ele desconsidera completamente a passagem do tempo, mostra somente as mudanças de preços.

- Colunas assinaladas por “X” indicam movimento de alta e colunas assinaladas por “O” indicam movimento de baixa. Formações de pequenas colunas alternadas significa que há equilíbrio entre a oferta e procura (mercado estável).

- Cada “X” ou “O” representa uma variação de certa quantia de preço. Essa quantia (tamanho do box) deve ser configurada pelo analista quando utilizar esse tipo de gráfico. Por exemplo, considerando o tamanho do box como 3 pontos (ex: 3 centavos) e a quantia de reversão como 3 “X” ou “O”, então os preços devem reverter sua direção em 9 pontos (ou 9 centavos) para mudar de coluna (essa troca significa uma mudança na tendência dos preços).

- Nenhum “X” ou “O” é desenhado quando há movimentos de preços inferiores ao valor de variação de preços representado por cada caixa, sendo ignorados esses movimentos.

Gráfico de Ponto e Figura análise técnica

Os diferentes períodos gráficos na análise técnica

Como já vimos acima, os gráficos representam o movimento de uma ação em certo período. Mas muitos investidores têm dúvida sobre qual a melhor periodicidade gráfica para operar. A resposta é que não existe a melhor. O trader deve é entender a relação entre eles para assim conseguir colocar em prática uma estratégia para suas operações.

Vamos começar listando as periodicidades que estão presentes em quase todas as ferramentas de análise técnica.

✔ Diário: Cada candle/barra significa um pregão
✔ Semanal: Cada candle/barra representa uma semana de negócios
✔ Mensal: Cada candle/barra representa um mês de negócios

Nos períodos intraday cada candle tem duração menor do que 1 pregão.
✔ 5 minutos: Cada candle/barra significa 5 minutos de negociação
✔ 15 minutos: Cada candle/barra significa 15 minutos de negociação
✔ 30 minutos: Cada candle/barra significa 30 minutos de negociação
✔ 60 minutos: Cada candle/barra significa 60 minutos de negociação

Os sinais que observamos em uma periodicidade não aparecerão necessariamente em outra, ou seja, um gráfico poderá estar indicando venda e outro compra. Isso é normal, mas o trader precisa considerar dois aspectos:

✔ Os sinais de maior credibilidade sempre serão dos gráficos de maior periodicidade, que são mais consistentes. Por quê? Quanto maior o período, maior a quantidade de dinheiro envolvida na formação do gráfico e dos sinais.

Por exemplo, tanto a formação como o rompimento de uma resistência no gráfico diário envolve muito mais traders e muito mais dinheiro, que a formação e rompimento de uma resistência em gráficos intraday. Isso faz com que em gráficos de período menor seja mais comum ocorrerem falsos rompimentos, além de os suportes não serem tão fortes por envolverem menos pessoas e consequentemente dinheiro.

✔ O sinal terá maior credibilidade se ele aparecer em mais de uma periodicidade.

Comentários