Guia para Iniciante na Bolsa de Valores

Termos Mercado Financeiro - Bolsa de Valores
Abaixo segue relação de alguns termos utilizados no mercado de ações.

✔ Grupamento (Inplit) e Desdobramento (Split): Operação na qual a empresa diminui/aumenta o número de ações sem mexer no seu capital social.

✔ Spread: Diferença entre o preço de compra e o de venda no livro de ofertas de uma ação.

✔ Free Float: quantidade de ações, de determinada empresa, livre para negociação no mercado. Ou seja, é o número de ações em circulação à disposição para negociação no mercado, excluindo as ações que estão em mãos de acionistas com mais de 5% do capital total da empresa, as pertencentes aos controladores e também aquelas na tesouraria da companhia. Quanto maior o free float, maior a liquidez da ação e maior a facilidade com que os investidores minoritários podem comprar e vender suas ações.

✔ Stop: Tipo de ordem que protege o capital do investidor.

✔ Dividendos (DIV) e Juros sobre Capital Próprio (JSCP): Uma empresa deve dividir os lucros com seus acionistas. Essa divisão pode ser feita através dos dividendos ou de Juros sobre Capital Próprio.

✔ Alavancagem: Investimento feito com capital extra, de terceiro, para aumentar as proporções de lucro. Como consequência, aumenta o risco da operação.

✔ Downside: termo utilizado para se referir a um potencial de baixa de um ativo, setor ou mercado. Também pode ser utilizado para se referir a um possível encolhimento da economia.

✔ Upside: Termo utilizado com muita frequência no mercado financeiro para se referir ao potencial de alta de ativos e índices.

✔ Subscrição: É um aumento de capital, com emissão de novas ações, feito por uma empresa para obter recursos.

✔ After Market (AM): horário extra de funcionamento da bolsa de valores. O after-market possui limite de variação de 2% para cima ou para baixo, e as cotações não interferem na variação do dia seguinte (o preço de fechamento válido é o do pregão principal).

✔ Ação Ordinária (ON): que concede o direito de voto nas assembleias da empresa.

✔ Ação Preferencial (PN): que oferece preferência no recebimento de resultados ou no reembolso do capital em caso de falência da companhia. Sem direito de voto nas assembleias.

✔ Units: Ações Units são representadas pelo número 11 ao final do código. Elas são como um pacote de ações, com uma determinada proporção de ações ordinárias mais ações preferenciais. Quem compra a Unit ganha os mesmos direitos das ações ON e PN, porém esses direitos são proporcionais à participação de cada classe de ação no pacote.

✔ Mercado fracionário: Se você não desejar comprar um lote completo de ações, é preciso usar o mercado fracionário. Para isso, insira a letra “F” no final do código da ação, exemplo: PETR4 / PETR4F, ITUB4 / ITUB4F.

✔ Blue Chips/Ações de primeira linha: São as ações mais negociadas e, em princípio, seguras do mercado. Geralmente são empresas de grande porte e excelente reputação. Sobre o termo blue chip, ele foi "herdado" do jogo de poker, no qual é usado para se referir às fichas mais valiosas, as azuis.

✔ Small Caps/Ações de segunda linha: São ações de empresas de médio e grande porte, com menor liquidez do que as ações de primeira linha e com risco um pouco mais elevado. Há ações de excelentes empresas classificadas como segunda linha.

✔ Ações de terceira linha: São ações caracterizadas por pequena liquidez, alta volatilidade e pouquíssimos negócios, de companhias de médio e pequeno porte. Basicamente são os chamados "micos" da bolsa de valores.

✔ Circuit-Break (CB): Mecanismo de segurança acionado nas bolsas de valores para interromper o pregão quando há movimentos bruscos.

✔ Sobre o touro (Bull Market): Expressão usada para designar a tendência de alta generalizada do preço dos ativos financeiros, devido à semelhança com o movimento que o touro faz quando ataca – de baixo para cima.

✔ Sobre o urso (Bear Market): Expressão usada para designar a tendência de queda generalizada do preço dos ativos financeiros, devido à semelhança com o movimento que o urso faz quando ataca – de cima para baixo.

✔ Ativos em Carteira ou Ativos em Custódia: Ativos que o investidor possui.

✔ Cisne negro (Black Swan): O termo cisne negro foi criado por Nassim Nicholas Taleb, um ex-Trader, estatístico e analista de riscos Líbano-americano. É utilizado no mercado financeiro para se referir a acontecimentos raros e improváveis, que são capazes de gerar uma turbulência muito grande devido à impossibilidade de mensurar o tamanho das consequências do evento. Em seu livro “The Black Swan: The Impact of the HIGHLY IMPROBABLE”, Taleb cita como exemplos de cisne negro o atentado de 11 de setembro e a crise de 2008.

Por que “Cisne negro”? Em 1697 foi descoberta a existência de cisnes de cor preta na Austrália. Até então os europeus acreditavam que existiam apenas cisnes da cor branca. Fato é que os cisnes negros são animais raríssimos, e é exatamente por isso que Taleb utilizou esse nome para se referir a esses “eventos raros”.

✔ Holding: empresa que possui como atividade principal a participação acionária majoritária em outras empresas (ou seja, sua atividade principal não é produzir bens e serviços como “empresas comuns”).

✔ Acionista Majoritário: Acionista (ou grupo) que detém grande quantidade de ações (mais da metade) com direito a voto (ON), e por isso possui o controle acionário de uma empresa.

✔ Acionista Minoritário: Acionista que possui quantidade não expressiva de ações com direito a voto (ON), e por isso não possui o controle de uma empresa.

✔ Especular: Negociar com objetivo de ganho rápido.

✔ Beta: Coeficiente de volatilidade de uma ação, que compara o preço de uma ação ao Índice Bovespa, usado como ponto de referência para o mercado brasileiro, com beta igual a 1.

✔ Trade / Timing: A primeira expressão é usada para designar a realização de um negócio e a segunda para designar o momento certo de comprar ou vender.

✔ Margem de garantia: depósitos exigidos pelas corretoras para realização de determinados tipos de operações, para evitar inadimplência das partes envolvidas no negócio. Geralmente são aceitos como garantia ativos negociados na bolsa, títulos públicos, CDB's, etc.

✔ Pullback: Termo utilizado na análise técnica, que indica que o ativo rompeu um suporte ou uma resistência e, após o rompimento, os preços retornaram para testar a faixa rompida.

✔ Tag Along: Mecanismo previsto na Lei das SA, que obriga que o controlador assegure aos acionistas minoritários (detentores de ações ordinárias ON) o preço mínimo de 80% do valor pago por ação em caso de venda da empresa. Logo, se a empresa for vendida, e garantir um tag along de 80%, o acionista minoritário irá receber 80% do valor por ação recebido pelo controlador. 

Algumas companhias também dão o direito de tag along aos detentores de ações preferenciais e/ou asseguram aos detentores de ações ordinárias um preço superior aos 80%. Ou seja, concedem tag along adicional ao previsto na lei. Esta pode ser uma indicação de que a empresa possui um bom nível de governança corporativa.

✔ Valor de mercado da empresa: Valor calculado pela multiplicação da quantidade de ações da empresa pelo preço de mercado dessas ações.

✔ VIX, o Índice do Medo: Conhecido como “Índice do medo”, o VIX reflete os preços pelos quais os investidores estão querendo comprar e vender opções sobre o índice Standard & Poor´s 500, com freqüência para se proteger de mais perdas nas ações. Como resultado, o índice tende a se mover inversamente ao mercado de ações e é usado para determinar a severidade dos movimentos futuros. Quanto maior é o “medo” dos investidores, maior é o valor do VIX, e vice-versa. Quando passa de 20 pontos o Vix se torna um sinal de alerta. → Cotação VIX - Site da Bloomberg

Abreviações: 
✔ DT - Day Trade / ST - Swing Trade (Prazo das Operações na Bolsa)
✔ CP - Curto Prazo / MP - Médio Prazo / LP - Longo Prazo
✔ IR – Imposto de Renda
✔ IPCA - Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo | IBGEÉ um índice que mede a inflação de uma cesta de produtos e serviços comercializados no varejo, referentes ao consumo pessoal das famílias.
✔ IGP-M - Índice Geral de Preços do Mercado - Índice que revela a inflação dos preços de produtos e serviços mais relevantes para produtor, consumidor e construção civil. 
✔ FR - Fato Relevante (comunicado da empresa que pode influir fortemente na decisão de investimento)
✔ FED – Federal Reserve Bank (Banco Central Americano)
✔ CEI – Canal Eletrônico do Investidor
✔ ANA – Aviso de Negociação de Ativos (extrato das negociações do investidor, enviado pela B3)
✔ COPOM – Comitê de Política Monetária do Banco Central
✔ HB – Home Broker, ferramenta oferecida por quase todas as corretoras através da qual os investidores podem enviar ordens de compra e venda via internet.
✔ IBOV – Índice Bovespa
✔ AT – Análise Técnica / AF – Análise Fundamentalista
✔ DFC – Demonstração de Fluxo de Caixa
✔ DRE – Demonstrativo de Resultado do Exercício
✔ CVM – Comissão de Valores Mobiliários
✔ ADR - American Depositary Receipts

Comentários