Como a alta do petróleo impacta sua vida e investimentos?

petróleo commodity
Já pensou em investir em commodities e ganhar dinheiro através de oportunidades que esses produtos geram? O Petróleo desperta a atenção de grandes investidores e especuladores do mercado financeiro.

Para obter vantagem investindo na commodity de Petróleo, você precisa aprender a analisar qual a tendência dos preços, seja no curto, médio, ou longo prazo. Além de aprender análise técnica, é importante entender alguns fatores que serão comentados logo a seguir.

A precificação do petróleo se baseia na lei da oferta e procura, assim como ocorre com as ações na bolsa de valores. Ou seja, quanto maior for a sua procura, maior tende a ser o seu preço. E quanto menor for a sua procura, menor será o preço. Isso foi facilmente observado durante a pandemia de 2020, quando muitos países anunciaram medidas de isolamento social e lockdowns, diminuindo a demanda por combustíveis. Na ocasião, a cotação do Petróleo despencou.

Quando o preço cai muito forte, a tendência é que ocorra uma diminuição da produção de petróleo, para voltarem à normalidade. O mesmo acontece quando sobe muito forte, ou seja, aumenta-se a produção para dar uma aliviada na alta do preço da commodity. Por isso, é bastante importante ficar atento às decisões das reuniões da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), a qual é um cartel formado por grandes produtores de petróleo.

Por ser uma das maiores fontes de energia primária do mundo, os impactos de uma alta ou baixa do petróleo no mercado são diversos. Essa commodity serve de base para combustíveis, e dá origem a produtos diversos que fazem parte de nosso cotidiano, como plásticos, asfalto, tintas, cosméticos e outros tantos.

Sabendo disso, agora podemos entender que as variações no preço do petróleo impactam os preços de diversos produtos e consequentemente afeta em cheio o andamento da economia mundial. Petróleo em alta significa inflação mundial também em alta, passando por combustíveis, alimentos e outros produtos de consumo.

E os problemas de uma alta da cotação do petróleo não acabam por aí. Possivelmente se esperaria também uma queda para a bolsa de valores, e pressão para cima no dólar. Se a inflação sobe, os governos sobem os juros, desacelerando o crescimento econômico, e também tornando por consequência a renda fixa mais atrativa. Ou seja, é criado um ambiente completamente prejudicial para o mercado de ações.

Para se expor ao setor de petróleo via mercado financeiro, você pode comprar a commodity de forma direta pelo mercado internacional, na bolsa americana, por exemplo. Basta procurar pelos contratos futuros de petróleo WTI ou petróleo Brent. Mas, essa alternativa precisa ser vista com muito cuidado, pois a liquidação do contrato é física. Em outras palavras, no momento do vencimento, o vendedor vai ter o compromisso de entregar o produto na quantia negociada, e o comprador de retirar, tudo fisicamente.

Mas se essa não for sua intenção, também existe como se expor indiretamente pelos mercados internacionais, ou através da bolsa brasileira B3. Basta adquirir ações de empresas petrolíferas, ou investir em fundos de investimentos que tenham a carteira exposta a essa commodity.

ETFs e BDRs atrelados ao setor de petróleo também são boas alternativas para se expor indiretamente. Essa alternativa evita ter que transferir dinheiro para o exterior, já que se investe através do mercado de capitais brasileiro.

Agora que você sabe que é possível se expor ao mercado de petróleo direta ou indiretamente, basta analisar os riscos da operação e gerenciá-los, sempre buscando as melhores decisões para ter uma carteira de investimentos equilibrada.

Comentários